Cursos & Workshops

Nova Edição do Mestrado em Práticas Tipográficas e Editoriais Contemporâneas

Especialização

Organização
Parceria entre a Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa e a Faculdade de Belas Artes
Destinatários
São admitidos como candidatos à inscrição no ciclo de estudos conducente ao grau de mestre em Práticas Tipográficas e Editoriais Contemporâneas:
- Os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal nas áreas de Design, Belas-Artes, Arquitectura, Multimédia, Comunicação e outras afins;
- Os titulares de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um estado aderente a este Processo nas áreas de Design, Belas-Artes, Arquitectura, Multimédia, Comunicação e outras afins;
- Os titulares de um grau académico superior estrangeiro nas áreas de Design, Belas-Artes, Arquitectura, Multimédia, Comunicação e outra afim, que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Belas-Artes;
- Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização desde ciclo de estudos pela Comissão de Estudos Pós-Graduados da Faculdade de Belas-Artes.
Local
Faculdade de Belas Artes
Datas

  • 21 Setembro 2015
Inscrição Online

  • 22 Junho 2015 a 28 Agosto 2015
Coordenação científica
Professor Auxiliar Jorge dos Reis
 
Plano curricular
Consulte aqui o Plano de Estudos (pdf)
 
Organização do ciclo de estudos
O grau de Mestre em Práticas Tipográficas e Editoriais Contemporâneas é conferido aos que tiverem obtido 120 ECTS, através da aprovação no curso de Mestrado em Práticas Tipográficas e Editoriais Contemporâneas (60 ECTS) e da aprovação na defesa de um trabalho final original (60 ECTS) – dissertação de natureza científica original ou trabalho de projecto.
Todas as aulas são lecionadas em português. Como tal, recomenda-se um domínio independente da língua portuguesa (no mínimo, nível B1, de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas).
 
Horários
Consulte aqui o horário atualmente em vigor para o ciclo de estudos.
 
Documentos necessários
O processo de candidatura será instruído com os seguintes documentos:
- Fotocópia da certidão de licenciatura ou grau académico equivalente (apresentar o original em caso de admissão);
- Curriculum escolar, científico ou profissional com cópias dos documentos a que faz referência;
- Carta de candidatura/motivação à frequência do curso;
- Fotocópia do bilhete de identidade/cartão de cidadão/passaporte;
- Uma fotografia tipo-passe.
- Portfolio ou documentação representativa dos trabalhos efectuados (registos fotográficos, vídeos, CDs, DVDs dos trabalhos desenvolvidos, sites on-line). Todos os elementos devem ser entregues em suporte digital e correctamente identificados com o nome completo do candidato
 
Legalização de documentos estrangeiros
Caso tenha concluído o grau académico / curso no estrangeiro e não tenha procedido previamente a qualquer pedido de registo, equivalência ou reconhecimento em Portugal, para efeitos de candidatura ao Mestrado deverá requerer a legalização da sua certidão de licenciatura pelos serviços consulares ou embaixadas de Portugal com sede no país a que a habilitação diz respeito.
De igual modo, e caso o país em que concluiu o grau tenha aderido à Convenção Relativa à Supressão da Exigência da Legalização dos Actos Públicos Estrangeiros, concluída em Haia a 5 de Outubro de 1961, poderá em alternativa autenticar o certificado através da Apostila da Convenção de Haia. Excetuam-se desta obrigatoriedade de legalização os certificados emitidos em países membros da União Europeia.
 
No caso dos documentos não estarem em português, inglês, francês, espanhol ou italiano, devem ser traduzidos para um destes idiomas por tradutor reconhecido pela representação diplomática portuguesa no país onde o documento foi emitido. De igual modo, poderão realizar e certificar traduções as seguintes entidades: notários; consulado em Portugal do país onde o documento foi emitido e tradutor idóneo; conservadores de qualquer Conservatória; oficiais de registo; advogados e solicitadores.
Pela apresentação da candidatura é devida uma taxa de candidatura, não reembolsável.
 
FASE ESPECIAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTES INTERNACIONAIS
De modo a permitir que estudantes com residência permanente em países não pertencentes à União Europeia (a que se inclui ainda, Islândia, Noruega e Suíça) possam obter com maior antecedência a decisão sobre a sua candidatura ao Mestrado, a Faculdade de Belas-Artes disponibiliza um prazo prévio de candidatura, exclusivamente destinado a estudantes nestas situações.
 
Candidatura > 18 de Maio a 19 de Junho
Comunicação dos resultados > a partir de 6 de Julho
Inicio de aulas > 21 de Setembro de 2015
 
Nota importante: Nesta fase de candidaturas internacionais, as candidaturas decorrerão exclusivamente através da plataforma on-line, sendo cobrada uma taxa de candidatura (não reembolsável) no valor de 30 EUR. Os candidatos admitidos devem realizar a sua matrícula e inscrição no prazo fixado. No ato de matrícula e inscrição é saldada obrigatoriamente 30% da totalidade da taxa anual de frequência (propina), acrescida da taxa de inscrição. Em caso de desistência de estudos, devidamente formalizada, o estudante só fica desobrigado do pagamento das prestações da taxa anual de frequência (propina) que ainda não tenham vencido. Não é devolvido o pagamento feito pela matrícula e inscrição, em caso de desistência. A emissão definitiva pelos Serviços Académicos da declaração de aceitação aos estudantes aprovados e admitidos no processo de seriação, fica condicionada ao pagamento dos montantes acima indicados (30% do valor da propina e taxa de inscrição). A colocação no curso é válida apenas para a matrícula e inscrição no ano letivo a que respeita a candidatura.
 
FASE NORMAL DE CANDIDATURAS - 1ª FASE
Candidatura > 22 de Junho a 28 de Agosto de 2015
Publicação de resultados e matrículas > a partir de 11 de Setembro
Início de aulas > 21 de Setembro de 2015
Pela apresentação da candidatura são cobradas as taxas de candidatura (não reembolsáveis) abaixo indicadas:
Candidatura on-line > 30 EUR
Candidatura presencial > 50 EUR
 
PERÍODO NORMAL DE CANDIDATURAS – 2ª FASE
A 2ª fase de candidaturas apenas será disponibilizada nos cursos que apresentem vagas sobrantes da 1ª fase de candidaturas. A informação sobre a eventual disponibilização de vagas e a abertura da 2ª fase de candidaturas será disponibilizada nesta página até dia 14 de Setembro.
Candidatura > 14 a 18 de Setembro de 2015
Publicação dos resultados > a partir de 23 de Setembro de 2015
Início de aulas > 21 de Setembro de 2015
Pela apresentação da candidatura na 2ª fase são cobradas as taxas de candidatura (não reembolsáveis) abaixo indicadas:
Candidatura on-line > 37,5 EUR
Candidatura presencial > 62,5 EUR
 
Como apresentar a candidatura
 
1. Candidatura on-line
A forma mais simples e rápida! Antes de efectuar a sua candidatura on-line ao Mestrado pedimos que leia atentamente as instruções abaixo. Em caso de dúvidas na submissão da candidatura, não hesite em contactar os Serviços Académicos da Faculdade de Belas-Artes.
- Para efetuar a sua candidatura on-line deverá realizar um pré-registo na aplicação CSS-Net.
- Após aceder à aplicação, deverá selecionar o curso pretendido e preencher os dados solicitados.
- Deverá anexar em formato digital (em ficheiro pdf) todos os documentos necessários ao processo de candidatura (a fotografia deverá ser enviada em formato jpeg).
- A candidatura on-line apenas se tornará válida após o pagamento da respetiva taxa de candidatura, sendo para o efeito disponibilizado uma referência multibanco. Caso não seja efetuado o pagamento até à data indicada, a candidatura será anulada. Para outras opções de pagamento, nomeadamente através de VISA/Mastercard deverá contactar diretamente os Serviços Académicos através do endereçoacademicos@fba.ul.ptEste endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
- A não submissão dos documentos necessários, ou a sua incorreta apresentação (p. ex., documento ilegível, documento estrangeiro não legalizado, etc.) invalidará a candidatura, sendo o candidato informado de tal facto através da plataforma CSS-Net ou por correio eletrónico. Em caso de incorreção, o candidato deverá promover as alterações indicadas até final do prazo para submissão da candidatura. Caso não sejam realizadas as correções necessárias ou apresentados os elementos solicitados, a candidatura será anulada.
- Findo o processo de seriação, os candidatos serão informados por e-mail do resultado final da candidatura. A lista de seriação será igualmente publicada nesta página. Em caso de admissão, a mesma estará condicionada à apresentação nos Serviços Académicos do original (ou cópia autenticada) do certificado comprovativo do grau académico, durante o prazo indicado.
 
Inicie a Candidatura On-Line aqui
 
Presencialmente nos Serviços Académicos
Poderá apresentar a candidatura presencialmente nos Serviços Académicos da Faculdade durante o seu horário habitual de atendimento, fazendo-se acompanhar de todos os documentos requeridos.
 
PROPINAS
As propinas abaixo indicadas, para a frequência do ano letivo 2015-2016 em regime geral a tempo integral, encontram-se a aguardar aprovação pelo Conselho Geral da Universidade de Lisboa.
Propina anual para estudantes internacionais
Frequência do 1.º ano curricular > 4000 EUR
Frequência do 2.º ano curricular > 1200 EUR
Propina anual para estudantes nacionais e equiparados
1200 EUR
As propinas podem ser pagas em prestações, a definir pelo Conselho de Gestão da Faculdade de Belas-Artes.
Ao valor da primeira prestação acresce ainda o montante referente à taxa de inscrição.
// Nota importante: O valor da propina anual (para alunos internacionais e estudantes nacionais e equiparados ) acima indicado é válido somente para a frequência do ano letivo 2015/2016, podendo ser alvo de alteração nos anos subsequentes, sendo o valor das propinas fixado anualmente pelo Conselho Geral da Universidade de Lisboa sob proposta do Reitor.
 
CRITÉRIOS DE SELECÇÃO E DE SERIAÇÃO
Na seleção dos candidatos à frequência do ciclo de estudos será efetuada uma avaliação global do seu percurso, sujeita a uma classificação na escala numérica de 0 a 20 valores, em que serão considerados os seguintes critérios:
- Classificação do grau académico de que são titulares, sendo que no caso de graus académicos obtidos em estabelecimentos de ensino superior estrangeiros, a classificação será a resultante da conversão proporcional da classificação obtida para a escala de -
- classificação portuguesa, quando o estabelecimento de ensino superior estrangeiro adote uma escala diferente desta;
- Apreciação do currículo académico, científico, técnico e artístico;
- Experiência profissional relevante na área do ciclo de estudo.
Poderá ainda ser efectuada uma entrevista pela Comissão Científica do Mestrado, caso esta entenda como necessário. Por fim, os candidatos serão seriados de acordo com a pontuação obtida na selecção.
 
VAGAS DISPONÍVEIS
Para estudantes internacionais: 4 vagas.
Para estudantes nacionais e equiparados: 28 vagas.
A abertura e funcionamento do Mestrado são condicionados à existência, no mínimo, de um total global de 12 candidatos admitidos e inscritos.